Estado do Mato Grosso do Sul


CSW/CSW

 RGB (0, 180, 255)

 RGB (34, 177, 76)

 RGB (255, 240,0)

RGB (255, 255, 255)

Proporção: 7 x 10



Bandeira do Estado do Mato Grosso do Sul, Decreto 1/79

Adoção: 01.01.1979

Desenho Modular da bandeira

 
 

O atual Estado do Mato Grosso do Sul era parte integrante do Estado do Mato Grosso até 1977, contudo idéias separatistas do Mato Grosso do Sul tiveram seu início ainda no século XX. Durante a década de 1930 foi criada a Liga Divisionista, entidade criada para lutar pela criação de uma nova unidade da federação.

No dia 11 de outubro de 1977, através da Lei Complementar nº 31, o então presidente da república General Ernesto Geisel, desmembrou do estado do Mato Grosso a região sul e, em primeiro de janeiro de 1979, foi instalado o Estado do Mato Grosso do Sul. Entre 1979 e 1982, o novo estado foi governado por um interventor nomeado pelo presidente da república. Depois disto ocorreram as primeiras eleições para governador.

A publicação especializada estadunidense denominada “Flag Bulletin” do bimestre de Julho e Agosto de 1979, dá conta da existência de duas bandeiras provisórias do Estado utilizadas antes da instalação do Estado ocorrida em 1979, descreve as mesma da seguinte forma: A primeira seria dividida horizontalmente em três faixas, a primeira e a última verdes e a central branca com a inscrição “ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL” em preto no meio da faixa central, a segunda similar a primeira em azul, branco e azul com a inscrição “ESTADO DE CAMPO GRANDE” e a constelação do Cruzeiro do Sul, na faixa de cima, junto à haste.

Realmente,no dia 3 de maio de 1977 Geisel  edita o chamado “pacotão de abril”, na realidade uma Emenda Constitucional que, entre outras medidas, em nome da segurança nacional decide criar o Estado de Campo Grande, a ser regulamentada por meio de Lei Complementar.

 

 

 Contudo houve uma reação popular, especialmente entre as regiões do interior do futuro Estado contra o nome bem como da então liga-sul-matogrossense. Mantendo-se assim a tradição do nome "Mato Grosso" e fazendo com que todos os sul-matogrossenses fossem representados.

Dessa forma, no dia 24 de agosto de 1977 é enviada a mensagem presidencial nº. 91 de 1977, com o projeto de Lei Complementar de criação do novo Estado. O anteprojeto de Lei criava o Estado de Campo Grande. Não se sabe se realmente tais bandeira provisórias chegaram a ser confeccionadas ou cogitadas, certamente a que conta com a denominação “ESTADO DE CAMPO GRANDE” não sobreviveu à agosto de 1977, a que conta com a inscrição “ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL” pode ter tido algum uso não oficial até que a bandeira definitiva fosse criada em Janeiro de 1979.

Antes de instalado o Estado foi estabelecido concurso público para a escolha dos novos símbolos oficiais do Estado que teriam de estar prontos para a solenidade de instalação do novo Estado. Assim foi instituída por meio do Decreto nº 1 de 1º de janeiro de 1979 a bandeira do Estado, desenhada por Mauro Miguel Munhoz. Assim reza o referido Decreto:

Art. 1º - Fica instituída a Bandeira do Estado de Mato Grosso do Sul, como consta do desenho em anexo, elaborada por Mauro Miguel Munhoz, e assim descrita pelo autor: 

“O homem, em uma de suas mais características atitudes, sempre procurou representar seus sonhos, seu ideais, suas mais caras razões de viver, através de uma simbologia que transmitisse, não só a ele, mas também aos que o rodeiam, a magnitude de tais pensamentos.

Ideais trabalhados e realidade construída: bandeira, flâmula magna, símbolo máximo a pairar sobre nossa Terra, pois, aparentemente frágil em sua haste, na realidade traduz a força conjunta de toda a população de um Estado.

Nosso símbolo é o do equilíbrio, da firmeza e da serenidade. Nós somos a estrela dourada que brilha no céu azul da esperança, a simbolizar a riqueza do nosso labor.

As matas e os campos do nosso Estado representam um desafio, mas, ao mesmo tempo, a consciência da preservação do nosso verde, de nosso tesouro maior, que é a própria Natureza.

Nós somos o Estado do equilíbrio, onde chaminés siderúrgicas e áreas florestais coexistirão pacificamente, lado a lado.

Entre o verde e o azul, na convergência prática de todas as nossas atitudes, nós somos a faixa branca do porvir, a albidez serena da amizade entre os povos.”

Sendo a seguinte descrição geométrica da bandeira:

"Retângulo com proporções de dez unidades de comprimento por sete unidades de altura, de cuja extremidade inferior esquerda ergue-se, a 45º, faixa branca com duas unidades de espessura. Na parte superior da dita faixa, completa o retângulo de cor verde, enquanto que, na de baixo, a cor é azul. Em sua extremidade inferior direita, está a estrela dourada de cinco pontas."

O Governador do Estado tem ainda uma bandeira insígnia estabelecida nos termos do Decreto Estadual nº 514 de 08 de abril de 1980, destina-se a ser hasteada nos quartéis e estabelecimentos militares onde o Governador se fizer presente. Assim é descrita a bandeira pelo seu Decreto instituidor: 

“Art. 3º - A Insígnia do Governador constituir-se-á,  basicamente,  no tipo de bandeira universal de forma retangular: campo branco de  0,90 X 1,35 m, no centro constituída do Brasão do Estado (Anexo I).”

O brasão de armas do Estado do Mato Grosso do Sul citado no Decreto em comento é o criado pela Decreto nº 2 de 1º de Janeiro de 1979.

 voltar à página inicial